Tags

,

Em artigo recentemente publicado na Decanter e traduzido por um de nossos escribas para o site www.artwine.com.br, comentou-se que a tradicional taça esguia para espumantes em geral está com seus dias contados.

De fato, a comprovar a tendência, em evento recente em São Paulo, a Dom Pérignon promoveu a degustação de três champanhes em uma taça encomendada especialmente à Spiegelau, apropriada particularmente aos seus champanhes Vintage e P2: a Authentis.


IMG_3182 IMG_3181IMG_3180IMG_3186 IMG_3189

Segundo o Chef de Cave da maison, Richard Geoffroy, “graças ao bojo levemente corpulento dessa taça, libera-se uma gama completa de aromas quando o vinho entra em contato com o ar, amplificando sua complexidade. A boca da taça se encurva suavemente para concentrar os aromas e revelá-los melhor ao nariz do degustador”.

Um artigo bem recente de nosso amigo Nelson Pereira endossa a tendência. Resta ver se a reação dos frequentadores de restaurantes e de eventos será favorável à mudança…